PPG-Geociências
Nome Descrição
Análise de bacias sedimentares

Tem como finalidade o estudo dos aspectos que controlam a história geológica do preenchimento de uma bacia sedimentar. Os objetivos específicos desta linha são: a) aplicação dos conceitos sedimentológicos e estratigráficos na reconstrução geométrica dos corpos sedimentares, b) análise seqüencial das sucessões sedimentares, c) reconstrução dos mecanismos geotectônicos de gênese e evolução da bacia, d) bioestratigrafia e análise taxonômica e tafonômica, e) paleoecologia, f) análise geofísica e sensoriamento remoto das estruturas tectônicas e sedimentares, g) avaliação da incerteza dos recursos econômicos nas bacias sedimentares, h) estudo de proveniência das fontes terrígenas mediante análises petrográficas e razões isotópicas em grãos detríticos de minerais pesados, i) análise dos processos diagenéticos.

Evolução crustal e metalogênese

A linha de pesquisa enfatiza a evolução geológica do território brasileiro, de outros países das Américas Central e do Sul e de outros continentes, nas escalas regional e local, com o objetivo de definir os fatores que controlam a gênese de rochas e depósitos minerais, buscando utilizar esse conhecimento para entender os processos geodinâmicos e estabelecer modelos genéticos que possam subsidiar a exploração mineral. Os pesquisadores desta linha utilizam métodos e técnicas variadas, como mapeamento geológico, geocronologia, petrologia, geoquímica de elementos maiores e traços em rochas e minerais, geoquímica de isótopos estáveis e radiogênicos, inclusões fluídas, geologia estrutural, estratigrafia, sedimentologia, geofísica e sensoriamento remoto, necessários para compreender a evolução da crosta terrestre e os controles geológicos que determinam a situação, localização e o valor econômico de recursos minerais.

Geoquímica ambiental e analítica

Contempla estudos integrados de regiões e bacias hidrográficas fazendo uso de abordagens geoquímicas, geofísicas e ecotoxicológicas. São enfatizados os estudos de geoquímica ambiental em áreas de mineração, urbanas e rurais, monitoramento da radiação natural, uso de sistemas geográficos de informação, a avaliação dos efeitos da poluição na saúde humana e a aplicação de tecnologias de mitigação e remediação ambientais. Pesquisas experimentais em geoquímica analítica são parte integrante desta linha abrangendo o desenvolvimento de métodos de análise de matrizes sólidas, líquidas e orgânicas bem como o esclarecimento da natureza e cinética dos processos geoquímicos. O uso de recursos naturais e seus efeitos nos ecossistemas e agrupamentos humanos são também enfocados.

Geotecnologias aplicadas ao estudo dos recursos naturais

A linha enfoca métodos e técnicas de extração e análise de informações sobre os recursos naturais a partir de imagens de satélite, dados aerogeofísicos e geoquímicos, bem como de análise espacial integrada dos mesmos utilizando sistemas de informações geo-referenciados (SIG). As pesquisas desenvolvidas no âmbito desta linha são voltadas para o desenvolvimento e a aplicação de técnicas de análise quantitativa e qualitativa de processamento de informações espacializadas, tais como processamento digital de imagens de sensoriamento remoto, geoestatística e sistemas especialistas. Os resultados dessas pesquisas são aplicados na indústria mineral e de petróleo/gás, mais especificamente na exploração (busca de novas jazidas desses bens minerais), bem como na análise geo-ambiental voltada aos recursos naturais.

Natural Resources Policy and Management

The aim of this line of research is to contribute to the study of activities related to the use and management of natural energy and water resources, and to urban and territorial management, from a geoscientific point of view. These activities are designed to prevent, control and mitigate harmful impacts for society and the environment, in addition to providing policies and actions for the different social players involved. With regard to sustainable development, we should strive to ensure the optimisation of the use of natural resources and the physical environment. This is based on the assumption that the policies and legislation in relation to natural resources and territorial occupation should guarantee the benefits arising from the use of the same are transferred to society. Furthermore, the irregular distribution of natural resources has taken on increasing importance in recent years, which demands the integration of regional, national and international policies. This also includes the disclosure of scientific knowledge to different audiences (the population in general and specific social groups, for example, town council technicians and professors), working on the interface between scientific knowledge and environmental education.